Posts Tagged ‘megafauna’

O assunto megafauna chama muito a atenção dos alunos – e não é para menos, já que é impressionante saber que esses animais gigantes viveram em nosso continente. Então, resolvi buscar mais informações para complementar nosso conhecimento. O Atlas Virtual da Pré-História traz um índice inteiro de animais do Pleistoceno que você pode consultar. Abaixo, separei alguns que viveram na América do Sul.

1. Preguiça gigante (Megatherium americanum).

Vários fósseis do Megatherium já foram encontrados no Brasil, como você pode ver nos vídeos do último post. Como ele era herbívoro, passava o dia inteiro comendo folhas de árvores e arbustos para sustentar seu corpo enorme de 4 toneladas. Apesar de ser um animal pacífico, não devia ser fácil caçar um Megatherium, porque com certeza ele era muito forte e suas garras faziam um bom estrago nos adversários. Ele foi extinto no final do Pleistoceno – em parte por causa da mudança climática, em parte por causa da caça.

Megatherium

Abaixo, uma foto minha tentando abraçar a réplica de um fóssil de preguiça gigante em exposição permanente no Museu Nacional da UFRJ, no Rio de Janeiro.

IMG_0978

2. Tigre Dentes de Sabre Sul Americano (Smilidon populator)

O primeiro fóssil do Smilidon foi encontrado pelo dinamarquês Peter Lund em Lagoa Santa, Minas Gerais, em 1842. Esse felino podia pesar até 400Kg e possuía caninos enormes de quase 30cm, que certamente o auxiliava na caça. Sua musculatura não se assemelha à dos tigres atuais, sendo comparada apenas à dos nossos ursos. Para sua potente mordida, sua boca chegava a se abrir em até 120°! Os Smilidon viviam em bandos, aparentemente ajudando uns aos outros – já foram encontrados fósseis com pernas feridas, sugerindo que o animal ficou um tempo sem poder caçar, sendo alimentado pelo bando.

Smilidon populator

Abaixo, uma foto da minha esposa próxima a uma réplica do fóssil de um Tigre de Dentes de Sabre, também em exposição no Museu Nacional da UFRJ. Repare os dentões e a abertura da boca. Enormes!

Smilidon e Thays

3. Macrauquênia (Macrauchenia patachonica)

A macrauquênia possuía 2,6m de altura e era muito semelhante aos atuais dromedários, como os camelos, mas possuía uma pequena tromba, semelhante às dos elefantes.

Macrauchenia

4. Tatu gigante (Pampatherium typicum)

Com 2,6m de comprimento, o Pampatherium foi um dos maiores tatus que já existiu. Viveu há cerca de 11 mil anos na atual Argentina.

Pampatherium typicum

Advertisements

Comecei a exibir hoje na escola esses vídeos sobre a Pré-História do Brasil. Quem ainda não viu ou quem quer ver de novo pode assistir direto no YouTube. É muito legal.

1. Bom dia Brasil, Rede Globo Ossadas de animais gigantescos são descobertas no sertão do Piauí.

2. Jornal do SBT. Fóssil de preguiça gigante é encontrado em Maravilha, Alagoas.

3. Caminhos da Reportagem, TV Brasil. Serra da Capivara e Serra das Confusões.